Sexta-feira, 05 de Junho de 2009

A saúde está doente.

Que mais irá acontecer às pessoas que estão doentes em Portugal? O caso que vou relatar está a acontecer comigo. Sou um doente coronário com problemas graves nas artérias finas. Não posso fazer esforço nenhum porque a dor apanha-me logo a parte esquerda. Desde que me deu o enfarte há cinco anos, que estou a ser seguido na cardiologia dos H.U.C. com consultas regulares todos os seis meses. Mas as coisas neste último ano modificaram-se. A última consulta que tive foi em Maio de 2008, o meu médico disse-me que tinha que fazer mais um cataterismo, que mo ia marcar. Como passou algum tempo, liguei-lhe e ele disse-me que aguarda-se mais uns dias que depois me chamavam. Como nunca mais o fizeram, voltei
à carga, o médico mandou-me lá ir, e eu fui, desloquei-me 60km para cada lado, só par me dizer que ia marcar novamente que aguarda-se. Cá continuo a aguardar, já passou um ano e o cataterismo nunca mais é.  Só me vão chamar quando eu morrer? Leva-me a pensar que é um caso de economicismo, dado que os hospitais têm que apresentar bons resultados e não podem fazer despesas. Se é este o caso vale mais matar as pessoas porque assim já não dão despesa.

publicado por barroseira às 15:21