Domingo, 15 de Março de 2009

A infelicidade bateu à porta do pai do bébé que o deixou esquecido no carro. Como é que isto foi possível? Talvez eu possa explicar dando a minha opinião. O pai chegou antes de abrir o berçário e foi para o local de trabalho até chegar a hora de entregar o bébé, as preocupações do trabalho fez com que ele se esquecesse do filho. Isto é inadmissível, mas é preciso entender que o pai não o fez de propósito, mas sim com as preocupações do trabalho, o que não é desculpa. outra coisa que temos que ter em atenção, é que, quem costumava levar o bébé ao berçário era a mãe, como não estava habituado a ser ele a levar o bébé todos os dias, talvez contribuísse para tal falta de desmazelo em relação ao filho. Por vezes as preocupações da vida fazem-nos esquecer muitas coisas, mas que não causam tanto sofrimento. Este pai deve estar arrasado com um grande sentimento de culpa, que vai carregar com ele toda a vida. Não é o primeiro caso destes que acontece mas tem que se evitar este tipo de esquecimentos. Este azar que bateu à porta desta família pode servir de alerta para outras, darem mais atenção aos filhos. Conheço casos em que os pais se esquecem dos filhos, nos infantários, nos ATL, é preciso ligarem para os pais virem buscar os filhos. A família tem que voltar a ser um meio importante para toda a sociedade e não um frete, haja dignidade por parte de pais, filhos e outros familiares, porque o conceito de família está a tomar certas proporções que não sei o que vai ser deste mundo daqui por alguns anos.

publicado por barroseira às 16:39