Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

Estamos a chegar aos 35 anos de democracia, já foram realizadas muitas coisas boas, mas durante estes anos, eram para ter feito muito mais em vários sectores. Era-mos um país atrasado em relação à Europa, mas passados 35 anos estamos na mesma. Havia pobreza, mas continua a haver, havia sopa dos pobres, voltou a haver outra vez. A ditadura que tivemos durante cinquenta anos colocou-nos na cauda da Europa e do Mundo. Os democratas / políticos em 35 anos colocaram o país à beira da banca rota e sem soluções para esta crise.Isto não é só em Portugal mas com o mal dos outro podemos nós bem. Com estes problemas todos pode-se tirar as seguintes elações: as políticas seguidas até agora pelos vários governos, foram politicas erradas, sem fazerem estudos aprofundados da realidade portuguesa. Ou então os programas de governo eram bons, mas os executantes eram incompetentes para o pôr em prática, e deu no que deu. O zé povo é que tem que pagar a crise. Os gastos sem controle, viver a cima das possibilidades do país, darem regalias a mais, sem avaliarem uma sustentabilidade duradoura. Estes políticos precisam de ser expulsos e castigados pelos maus serviços prestados ao país ao longo destes anos. Venha outra gente, com outras ideias e outras políticas económicas que sejam viáveis, sem corrupção nem compadrios. Façam da poupança uma bandeira, porque o incentivo ao consumo exagerado trouxe todos estes problemas. Veja-se o caso dos bancos, dão tudo, vendem tudo,  as pessoas não fazem contas, depois vêm os apertos, e vai tudo para a penhora. Agora já estão a apertar mais nos empréstimos, mas depois de casa roubada trancas à porta.

publicado por barroseira às 22:19