Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

Ontem a Ministra da Educação no programa da Judite de Sousa disse que iam fazer alterações no conteúdo da avaliação, que tinha erros técnicos, e alguns pontos eram muito burocráticos. Já é demonstrar abertura para que os sindicatos também o façam, porque se não o fizerem vão ficar com a maior parte do povo português contra eles. Respeitem o pedido do Sr. Presidente da Republica, haja serenidade e cedências das várias partes.Não se pode crer tudo, têm uns horários desde à muitos anos vantajosos e agora quando os mandaram trabalhar mais não querem. A maioria do povo português trabalha 40 horas semanais e com  vencimentos muito  inferiores, com uma reforma muito inferior, assistência muito pior, não se podem queixar muito, porque no fim dos anos de trabalho vêm para a reforma com mais de 2000 euros, então e os outros?ò há moralidade ou comem todos.

publicado por barroseira às 10:21

Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

O Dr.. Meneses veio ontem dizer que foi ameaçado por antigos ministros, quando alertou para os casos do BPN e do BCP.

Onde é que este país vai parar, com tanta corrupção, haja o mínimo de respeito por todos nós, para bem da democracia, porque se não lá temos que volta à ditadura como disse a Dr.ª Manuela Ferreira Leite. O PSD que se cuide porque se não, não vai ser alternativa nenhuma.

 

publicado por barroseira às 15:24

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

As palavras proferidas pela Drª Manuela Ferreira Leite, deixam-me bastante preocupado, dado que disse para o país ter caminho devia-se parar com a democracia seis messes para por tudo na ordem e depois voltar outra vez à democracia.

Estas palavras são uma ofensa à dignidade de todos quantos lutaram pela democracia e que esperaram tanto tempo para a ter. Se isto acontecer é muito perigoso dado que podia não ser só seis meses, mas sim por muitos mais anos. Estas afirmações são uma vergonha para os politicos. Vem demonstrar que o trabalho que tem sido feito depois do 25 de abril, não é o suficiente para estabilizar a democracia. As reformas são sempre dificeis , mas têm que se fazer, nem toda a gente fica contente mas acho que têm que ter o bom censo de ajudar a resolver os problemas. No caso dos professores, não querem esta avaliação, mas não dizem qual é que querem, concerteza não querem é nenhuma. Na minha opinião, acho que os professores se estão mal devem procurar outro emprego, ou outro patrão que lhe dê melhores condições, ninguem é obrigado a estar onde não gosta, eu tambem quando vi que estava mal mudei de firma e fui para onde me davam melhores condições. Haja  bom censo e não sejam radicais porque com radicalismos não se chega a lado nenhum. A democracia tem que continuar, ou será que as pessoa já se esqueceram o que era antes do 25 de abril, como viviam e como vivem agora, onde é que havia subsidios e reformas para todos, será que isto não quer dizer alguma coisa?

publicado por barroseira às 12:04