Domingo, 20 de Setembro de 2009

 Os Bombeiros de Tábua celebram hoje o sexagésimo quarto aniversário. Grande cerimónia da colectividade, com desfile de viaturas e condecorações, seguindo-se o almoço convívio. Foram muitas as pessoas presentes, altas individualidades do distrito e locais. Eu como sócio da colectividade tive pena de não estar presente, mas como não fui convidado, como era habitual. A bodas e baptizados só vai quem é convidado. Não sei porque não fui convidado, apesar de eu não ser ninguém cá na terra, mas tenho colaborado com esta associação a vários níveis. Como auxiliar durante muitos anos, como director e se isso não bastasse, como filho de um homem que dedicou a vida inteira a esta associação. Muitas vezes com prejuízo da sua família. Não será preciso lembrar que foi o primeiro crachá de ouro dos Bombeiros de Tábua. O desprezo que me deram talvez seja obra de alguém que faz parte da casa que nunca gostou de nós, principalmente do meu falecido pai. Mas essas pessoas por mais que corram, por mais que se esforcem, falta-lhe muita categoria para chegar ao passado dele como Bombeiro Voluntário. Quando as pessoas morrem, depressa se apaga da memória o feito das mesmas, mas o nome do Chefe Barrosa por mais que queiram na região não o conseguem apagar. Foi muito trabalho, muita dedicação em prol dos outros sem nada receber em troca. Isto é um desabafo, mas eu continuo a gostar dos nossos bombeiros, colaborando quando for necessário, dentro das minhas possibilidades. Continuo a enaltecer o trabalho da direcção, bem como do corpo activo. Desejo muitas felicidades a todos e que os aniversários se repitam por muitos anos com muita prosperidade.

publicado por barroseira às 15:27