Terça-feira, 15 de Setembro de 2009

Monografia Tabuense

 

Tábua apresentou no dia 12 de Setembro pelas 21h30 na Capela do Senhor dos Milagres a sua Monografia, com o título, História Arte e Memória.

Presentes estiveram ilustres figuras da Universidade de Coimbra. O professor Dr. Luís Reis Torgal, O professor Dr. António Castanheira Neves ilustre Tabuense e o autor da monografia o Dr. Marco Daniel Duarte, bem como outros ilustres professores da mesma Universidade.

Uma obra-prima importante para o nosso concelho, dado que assim não se perde as nossas origens.

Pena é que as pessoas não tenham aderido a esta apresentação em grande número. Segundo informações fidedignas, foram convidadas, mais ou menos 200 pessoas, fora os panfletos espalhados a convidar a população em geral. Apesar da Capela do Senhor dos Milagres estar cheia, mas os tabuenses eram poucos. Parabéns a quem escolheu o espaço para a realização de tão importante acto, que enriquece todo o nosso concelho. Parece-me que as pessoas de fora deram mais valor a esta obra que os tabuenses.

Será que algumas pessoas não apareceram porque não havia jantar? Será que alguns tabuenses só pensam em comer? E a cultura, será que não tem interesse? Depois dizem que somos uns atrasados, que na nossa terra não há nada, mas quando há não aparecem. Como podemos ser cultos, se quando se realiza inventos que contribuem para o enriquecimento cultural não aparecemos. Penso que a autarquia tem que reformular a lista de convidados, porque esta lista deve estar desactualizada, dadas as inúmeras faltas desses convidados.

A comunicação social foi convidada, mas só apareceu o Jornal de Tábua. Será que o lançamento desta obra, com três anos de pesquisa sobre o nosso concelho e com acompanhamento de vários professores catedráticos da Universidade de Coimbra, não merecia outro tratamento da comunicação social?

Este livro com a história do concelho de Tábua, já era falado há muitos anos. Felizmente houve alguém que trabalhou bastante, para que se tornasse realidade.

Parabéns a quem desenvolve um magnífico trabalho cultural no nosso concelho.

 

publicado por barroseira às 20:06