Terça-feira, 01 de Setembro de 2009

 Subir e descer a escada, torna-se uma rotina diária. Sempre a subir e a descer a escada. Será que dura muito tempo esta vida amargurada? Para atingir o céu, tem que se subir a escada da vida, mas por vezes essa escada, é muito comprida.

Todos os dias subo e desço a escada, não sei por quanto tempo! Porque a idade já está muito avançada. Sobe a escada desce a escada, toda a vida fazendo o mesmo. E a escada, sem estar desgastada. A anfitriã escada, serve para chegar a muitos lados. Uns dão-nos muito prazer, outros deixam-nos desconfiados. Há muito tipo de escadas, mas as que me custam menos a subir, são aquelas que subimos a pulso sem a ajuda de ninguém. Um dia até posso cair delas abaixo, mas nunca posso pôr culpa a ninguém, porque foram idealizadas e construídas por mim, com grande independência.

.

publicado por barroseira às 20:26