Segunda-feira, 17 de Agosto de 2009

 Cartas de amor

 

Cartas de amor

quem as não tem

eu as recebo

mas não sei de quem

 

O meu amor

que escreve bem

não se identifica

tem medo de quem?

 

Continua-me a escrever

palavras amorosas

não me farto delas 

mesmo mal cheirosas

 

O meu amor 

é muito louco!

pensa com estas palavras

me assustar um pouco?

 

Escreve, escreve

conta as tuas mágoas

não tenhas medo

de perder as águas

 

Não me fales em desgraças

porque eu já me preveni...

contra a inveja, mau olhado, e dor de cotovelo

e a mais coisas, que me secorri.

 

 

publicado por barroseira às 19:10