Sexta-feira, 03 de Julho de 2009

Eu como um cidadão tabuense, nascido e criado nesta linda vila de Tábua, depois de ultrapassar o cinquentenário, cada vez me sinto mais triste com os verdadeiros tabuenses.

Como é possível continuarmos a ser excluídos das principais organizações deste concelho? Será que é por não termos carisma político ó social, ou é porque se dá mais valor aos

pára-quedistas que aqui caiem? Será que neste concelho não há tabuenses com valor para ocuparem certos lugar de destaque neste concelho? Será que esses tabuenses alguma vez foram convidados para ocuparem certos lugares? Uma coisa é certa, têm capacidade para dirigir as suas empresas, também têm para dirigir os destinos do nosso concelho. Tabuenses não se deixem ultrapassar pelos pára-quedistas, porque apesar de serem uma tropa de elite, não nos podem meter medo. Assumam responsabilidades no nosso concelho, porque com a chegada de tantos intrusos, que não sabem nada do nosso património cultural, nem da vida quotidiana do nosso povo. Esses indivíduos contribuem para a descaracterização da nossa terra, porque não sabem nada das tradições, nem dos usos e costumes dos nossos antepassados. A minha experiência diz-me, que primeiro convidam-se os pára-quedistas e só depois se eles não aceitarem, é que se vai convidar os verdadeiros tabuenses. Chega de hipocrisia, porque se alguém que até é da cor, aceita um lugar oferecido por outra força política é considerado pessoa não grata. Mas esquecem-se que foram os da outra força política que me convidaram e não os da minha cor. Por acaso ainda ontem fui convidado para aceitar um lugar numa lista de uma força política que não é a minha. Eu não aceitei, mas foi por não ter disponibilidade, porque se tivesse aceitava. Se nós não temos valor para uns, temos que ter em atenção o convite dos outros. As pessoas que fazem certas e determinadas escolhas, é que deviam ter em atenção o valor das mesmas e não ser feitas escolhas só pelas pessoas serem amigas. Se os amigos escolhidos forem medíocres, mais mal servido fica o nosso concelho. Cuidado porque isto um dia pode virar! se vira eu quero ver o que é que muita gente vai fazer. Saudações tabuenses.

publicado por barroseira às 15:05